Procon Jundiaí | https://procon.jundiai.sp.gov.br

PROCON Jundiaí lança serviço de tratamento de consumidores em situação de superendividamento

Através do Convênio com a Fundação Procon SP, por meio da equipe do Núcleo de Tratamento do Superendividamento – NTS, da Diretoria de Relações Institucionais, o PROCON Jundiaí passará a receber os consumidores jundiaienses em situação de superendividamento. O lançamento desse serviço contou com a presença do Prefeito de Jundiaí Luiz Fernando Machado, do Diretor Executivo do ProconSP Dr. Fernando Capez, do Gestor da Unidade de Negócios Jurídicos e Cidadania de Jundiaí, Dr. Fernando de Souza, do Diretor de Relações Institucionais do ProconSP, Dr. João Silvestre Borro e com a Chefe do Procon de Jundiaí, Dra. Gabriela Ribas Glinternik. O Programa de Apoio ao Superendividado – PAS é um trabalho conjunto do Núcleo de Tratamento do Superendividamento da Fundação Procon-SP e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania – CEJUSC, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – TJ/SP, que tem como objetivo auxiliar os consumidores superendividados, orientando e promovendo a renegociação de dívidas com os seus credores.

Procon Jundiaí disponibiliza atendimentos on-line e presencial

O Procon Jundiaí disponibiliza três formas de atendimento para o consumidor registrar sua reclamação durante o período de pandemia – duas de maneira on-line, através de seu site, e uma presencial, por meio de agendamento. “A ideia é sempre dar opções para que as pessoas busquem nossos serviços, mas sem deixar de lado os cuidados com as questões sanitárias, devido à pandemia do coronavírus”, explica a chefe do Procon de Jundiaí, Gabriela Glinternik. “O atendimento on-line tem a mesma força do atendimento presencial, com a comodidade de poder ser feito de qualquer lugar, bastando ter acesso à internet.”

Procon Jundiaí orienta consumidor sobre compras para Dia dos Namorados

Com a aproximação do Dia dos Namorados, os consumidores devem planejar a comemoração tomando alguns cuidados e seguindo orientações do Procon Jundiaí. “Devido ao momento de pandemia, muitas pessoas optam por comprar pela internet, o que exige atenção”, orienta a chefe do Procon de Jundiaí, Gabriela Glinternik. “Mas claro que alguns desses cuidados também valem para lojas físicas.” Também sobre lojas físicas, Glinternik lembra que, além das questões que envolvem a compra, há outra preocupação neste período: a Covid-19. “O que sempre salientamos são cuidados básicos, como lavar as mãos, manter uma distância segura de pessoas que estiverem tossindo ou espirrando e usar máscara sempre.” Dicas para compras pela internet: Cuidado com ofertas e promoções que não informam, antes de efetivar a compra, a data de entrega. Evite comprar através de link ou ofertas que aparecem enquanto você navega nos aplicativos, redes sociais etc. Busque o site e veja se está clara as informações relativas ao fornecedor, como razão social, CNPJ e endereço físico, além de dados para contato. Pesquise se aquele site já consta da lista da Fundação Procon “evite este site” através deste endereço. Em pagamentos com cartão de crédito ou boleto, verifique os sites “seguros” (com endereço iniciado por https://, na barra de endereços de seu navegador); em geral, estes sites apresentam o símbolo de um cadeado. Troca de presentes com defeito: A troca do presente por motivos como, cor, tamanho, modelo só acontecem quando o estabelecimento comercial prometeu. Neste caso, o consumidor pode pedir que as condições informadas para a troca estejam por escrito. Nas compras pelo site, por exemplo, grave a tela que descreve as regras para que você possa apresentá-las caso enfrente problemas. Se for numa loja física, tire uma foto se as regras estiverem em cartaz ou faça constar no verso da Nota Fiscal. Compras em loja física: Na compra de produtos eletroeletrônicos, veja se é possível testar o produto na hora. Verifique se o fabricante oferece a garantia do produto que, neste caso, deve vir junto o Certificado de Garantia, que normalmente deve ser preenchido pela loja para ter validade. Sendo assim, exija o preenchimento. Peça sempre a Nota Fiscal. O Procon Jundiaí só atende mediante agendamento prévio ou pelo formulário. Todas as informações sobre as formas de atendimento podem ser conferidas através de seu SITE. Utilize o Consumidor.gov.br e verifique se a empresa que você quer reclamar participa da plataforma. O Consumidor.gov.br é um serviço público que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet.


  • Secretária Nacional do Consumidor visita Jundiaí e confere funcionamento de novo sistema
    21/07/21

    A Secretária Nacional do Consumidor, Juliana Domingues, foi recebida na manhã desta quarta-feira (21) pelo prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, em seu gabinete. Em visita a Jundiaí, Juliana passou antes na unidade local do Procon, onde conferiu a rotina de trabalho com o sistema ProConsumidor, implantado pela Senacon (Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor), […]

  • E-mails com mensagens falsas utilizam nome da Fundação Procon
    13/07/21

    O Procon Jundiaí e a Fundação ProconSP alertam sobre o envio de e-mails com mensagens falsas, com as quais algumas pessoas se fazem passar por profissionais de diferentes unidades do Procon. A existência do golpe foi verificada após vários fornecedores consultarem o Procon sobre a autenticidade de e-mails recebidos com alertas da existência de reclamações. […]

  • Com novo sistema, Procon Jundiaí realiza 465 atendimentos em junho
    07/07/21

    Em junho, primeiro mês de atendimento do sistema de registro de atendimento ProConsumidor, o Procon Jundiaí realizou 465 atendimentos. O novo sistema foi implantado pela Senacon (Secretaria Nacional de Defesa do Consumidor), do Ministério da Justiça e Segurança Pública. As áreas mais requisitadas pelos munícipes são: serviços financeiros, telecomunicações, produtos, serviços, água, energia e gás. […]

  • Superendividamento ganha tratamento legal específico
    02/07/21

    Depois de anos de trabalho e empenho dos órgãos do Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, em todo o país, foi sancionada, nesta quinta-feira (1º), a Lei nº 14.181/2021, que altera o CDC (Código de Defesa do Consumidor) e o Estatuto do Idoso, para “aperfeiçoar a disciplina do crédito ao consumidor” e também para “dispor […]


Todas as notícias