Procon Jundiaí | http://procon.jundiai.sp.gov.br

Dia dos Pais

Procon Jundiaí orienta para as compras do Dia dos Pais

No segundo domingo de agosto é comemorado o Dia dos Pais e como em toda a compra, o consumidor deve ficar atento às promoções e ofertas.

Vale ressaltar que o mais importante é definir o quanto você pode gastar para presentear o seu pai, evitando assim, o endividamento ou a inadimplência.

Antes de realizar a compra, faça sempre uma pesquisa de preços e nesta pesquisa, também considere como fator de escolha, as formas de pagamento e prazo de entrega, quando for o caso.

Algumas orientações para evitar problemas futuros:

(1) Ao comprar pelo site: verifique se o site divulga seus dados cadastrais, como razão social, CNPJ e endereço físico. Além de dados para contato. Pesquise se aquele site já consta da lista da Fundação Procon “evite este site” através do endereço http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php

O endereço da loja virtual deve começar com https://.

Atenção ao prazo de entrega, que deve ser claramente informado no site. Você deve salvar a página, constando todos os dados da oferta: descrição do produto, valores, forma de pagamento, prazo de entrega. Essas informações serão essenciais, caso venha a ter problemas.

Verifique se o valor ou condições de pagamento permanecem o mesmo quando há uma atualização ou migração para uma nova página (pex. na tela resumo de confirmação de compra).

Se optar pelo pagamento através cartão de crédito, prefira os sites “seguros”, em geral, estes sites apresentam o símbolo de um cadeado.
Desconfie de sites que solicitam o pagamento por depósito bancário, principalmente em nome de pessoa física, isso pode ser indício de empresas falsas.

Nas compras pela Internet ou qualquer compra fora do estabelecimento comercial, o consumidor tem direito ao arrependimento em até sete dias, a contar da compra ou do recebimento da mercadoria.

(2) Compras de produtos eletroeletrônicos – exija sempre a Nota Fiscal e quando comprar em loja física, veja se é possível testar o produto na hora. Verifique se o fabricante oferece a garantia do produto, neste caso é comum vir junto, o Certificado de Garantia, que normalmente deve ser preenchido pela loja para ter validade, neste caso, exija o preenchimento.

(3) A Garantia Estendida, oferecida em muitas lojas quando o consumidor adquire um produto, não é obrigatória e trata-se de um seguro para conserto do produto. Verifique atentamente as condições antes de adquirir, inclusive, exija cópia do contrato para só assim, fazer uma escolha consciente.

(4) Compras de Cestas com Produtos Alimentícios: a empresa deve relacionar todos os produtos que contém naquela cesta ou pacote, assim como, garantir a identificação deste produtos e seus respectivos fabricantes ou importadores. Fique de olho também, na data de validade destes produtos. Aqui também deve ser exigida a Nota Fiscal.

(5) Compras de vestuário: verifique se a loja permite a troca por modelo e/ou tamanho, que é uma liberalidade do lojista. Mas uma vez permitido, faça constar uma observação (na Nota Fiscal ou na etiqueta, por exemplo) de que a troca é permitida.

O consumidor tem prazo de 30 dias para reclamar de vícios aparentes ou de fácil constatação em produtos ou serviços não duráveis (alimentos, por exemplo). Já para os duráveis (roupas, eletrodomésticos, móveis etc.) o prazo é de 90 dias.

Para formalizar uma reclamação, o consumidor poderá procurar o Procon de sua cidade ou o Juizado Especial Cível, com cópia da documentação relativa ao caso, RG, CPF e comprovante de residência.

O Procon Jundiaí está sediado à rua Barão de Jundiaí, nº 153 – Centro, Jundiaí – SP – CEP: 13.201-010, anexo à Câmara Municipal. O Procon Jundiaí não realiza atendimento telefônico, nosso atendimento é presencial, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com um número limitado de senhas diariamente distribuídas na recepção.

Utilize também o Consumidor.gov.br e verifique se a empresa que você quer reclamar participa da plataforma. O Consumidor.gov.br é um serviço público que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas para solução de conflitos de consumo pela internet.