Procon Jundiaí | http://procon.jundiai.sp.gov.br

Ciclo de palestras abre Quinzena do Consumidor

Publicada em 14/03/2017 às 14:51

Centenas de estudantes do Centro Universitário Padre Anchieta acompanharam, na noite de segunda-feira (13), uma série de palestras que abriu a Quinzena do Consumidor em Jundiaí, coordenada pelo Procon. A programação especial montada para os próximos dias visa garantir o envolvimento da sociedade, representantes do mercado e Instituições Públicas, com o intuito de fortalecer os mecanismos de tratamento e solução dos problemas dos consumidores, em suas relações com os fornecedores.

Na abertura do evento, a coordenadora do Procon Jundiaí, Gabriela Glinternik, destacou a importância do entendimento sobre os mecanismos de defesa do consumidor para profissionais de todas as carreiras. “Todos devem estar atentos a esta questão porque são princípios utilizados no dia a dia, seja no trabalho ou na vida pessoal”, pontuou.

Palestra de abertura tratou da importância do Portal Consumidor.gov.br

A primeira palestra foi comandada pelo diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, órgão ligado ao Ministério da Justiça, André Luiz Lopes dos Santos, que falou sobre o portal Consumidor.gov.br. “Em dois anos e meio de operação já temos mais de 370 empresas cadastradas, inclusive as principais que atuam nos setores mais sensíveis no que se refere à relação com o consumidor, como telefonia celular, instituições financeiras e convênios médicos”, destacou Santos.

Gabriela: “conhecer mecanismos de defesa do consumidor é importante para todas as carreiras”

De acordo com o diretor, 80% das demandas registradas no portal são resolvidas em menos de sete dias, um índice considerado “muito positivo”. “Criar mecanismos de ação rápida e sem custo para solucionar problemas em relações de consumo é um exemplo de sucesso nas políticas públicas. Por isso, ações como a Quinzena são fundamentais para contribuir para o objetivo principal que é educar empresas e consumidores”, completou.

Santos explicou, ainda, que embora seja um mecanismo de intermediação entre consumidores e empresas, o Consumidor.gov.br pode, caso entenda necessário, atuar mais diretamente na cobrança por soluções a empresas que tenham índices de solução muito abaixo da média. Ele ressaltou, ainda, a qualidade do Código de Defesa do Consumidor brasileiro. “É um conjunto de normas baseado em princípios e isso é muito importante, uma vez que as relações de consumo são dinâmicas”, concluiu.

O evento contou, também, com palestras comandadas pelo gerente de Autorregulação Bancária e Relações com Clientes da Febraban, Evandro Zuliani; o professor João Carlos José Martinelli, da faculdade de Direito do Centro Universitário Padre Anchieta; e o educador financeiro Pedro Braggio.

Assessor de Imprensa
Fotos: Fotógrafos PMJ



Link original: https://procon.jundiai.sp.gov.br/2017/03/14/ciclo-de-palestras-abre-quinzena-do-consumidor/